Banco de Cabo Verde
Bandeira de Cabo Verde

Emissão 2007 - 1000 Escudos

A nota de 1000 Escudos é uma homenagem ao escritor, crítico, historiador e professor cabo-verdiano, António Aurélio Gonçalves, (1901-1984), conhecido como Nhô Roque, nasceu na cidade de Mindelo, São Vicente, A frente da nota é dominada pelo retrato de António Aurélio Gonçalves, suportado por um medalhão constituído por folhas de dragoeiro e o elemento principal do verso da nota é uma perspetiva de uma paisagem da ilha de São Nicolau, tendo como elemento de destaque a imagem de um dragoeiro.

2007 1000 Escudos Frente
2007 1000 Escudos Verso

Dimensão: 136 X 66 mm
Cor Predominante: Púrpura
Papel: Fibra fluorescente, 100% algodão.

Frente
A frente da nota é dominada pelo retrato de António Aurélio Gonçalves, suportado por um medalhão constituído por folhas de dragoeiro. Sobre o retrato de António Aurélio Gonçalves foi aposta a denominação 1000, impressa com tinta metálica na cor verde seco.
Do lado esquerdo do retrato foi aplicada uma banda rectangular vertical, trabalhada a partir de folhas de cana sacarina e que suporta na sua parte inferior a denominação 1000, de leitura vertical. Na parte superior desta banda foi aplicado um hexágono impresso com tinta metálica verde seco e sobre o qual foi impressa em relevo a imagem de um dragoeiro.
Na frente da nota encontra-se um holograma na forma de um tinteiro, com variação de cores em função da orientação da nota, onde estão inseridas as armas da República de Cabo Verde e a denominação BCV 1000.
Ainda na parte superior da frente da nota foi desenhada uma mão virada para a direita, segurando uma caneta. Este desenho de várias cores coincide com o mesmo desenho do verso da nota quando em transparência.

Verso
O elemento principal do verso da nota é uma perspectiva de uma paisagem da ilha de São Nicolau, tendo como elemento de destaque a imagem de um dragoeiro. As denominações 1000 MIL ESCUDOS, de leitura em duas linhas, encontram-se apostas no canto inferior esquerdo, assim como o texto 25 de Setembro de 2007, data de aniversário de nascimento de António Aurélio Gonçalves e da emissão da referida nota.
Ainda no verso, foi introduzida uma banda rectangular, composta pela denominação 1000 e o desenho de uma mão segurando uma caneta.
A marca de água, trabalhada a partir do retrato de António Aurélio Gonçalves, aplicada na frente da nota, tem 33mm e localiza-se na zona mais ou menos central da parte superior da nota.
A 80mm do fundo do verso da nota encontra-se o fio de segurança desmetalizado em janela, com 2,75 mm de espessura. Colocada a nota contra a luz, pode-se ver ainda um outro fio de segurança que atravessa o papel da nota no sentido horizontal.