Banco de Cabo Verde
Bandeira de Cabo Verde

Emissão 1999 - 2000 Escudos

= Nota Retirada de Circulação = Decreto- Lei nº 18/2017 de 17 de abril de 2017=

1999 2000 Escudos Frente1999 2000 Escudos Verso

Dimensão: 142 X 71 mm
Cor Predominante: Azul

A dominar a composição da frente e ultrapassando a metade da maior dimensão da nota, a figura de Eugénio Tavares, por sobre um fundo policromado constituído por pétalas de flores.

No canto superior esquerdo, foi aposto o dístico 2000, tendo imediatamente por baixo elementos de identificação da nota por deficientes visuais.

Do lado inferior esquerdo da efígie e por baixo da denominação 2000, está introduzida a ponta de uma caneta, simbolizando o homem de letras que foi Eugénio Tavares.

Por sobre a cabeça da efígie, foi colocado um holograma representado por um livro aberto, onde estão inseridas as Armas da República de Cabo Verde.

A completar a composição da frente foram introduzidas duas bandas policromáticas, uma na base e outra larga no cimo da nota, por sobre as quais se podem ler os textos em "Talhe Doce" 2000 e 2000 DOIS MIL ESCUDOS – este em duas linhas.

Os dois elementos principais do verso são a flor, conhecida em Cabo Verde por cardeal, e a seguinte estrofe da morna "Morna aguada" de Eugénio Tavares:

Se ê pam vivê na es mal
De ca tem
Quem que q'rem,
Ma'nq' re morré sem luz
Na nha cruz,
Na es dor
De dâ nha bida
Na martírio de amor!