Banco de Cabo Verde
Bandeira de Cabo Verde

Moedas Correntes

O Banco de Cabo Verde detém o exclusivo da emissão de notas e moedas, incluindo as comemorativas. As notas constituem para os seus detentores um crédito sobre o BCV no valor da respectiva denominação.


As moedas em circulação têm as seguintes denominações: 1, 5, 10, 20, 50, 100 escudos, reproduzidas em 3 séries.


Série Aves

 

Apesar do clima tropical seco e da pouca vegetação, aliados à escassez de precipitações, Cabo Verde possui uma interessante e singular fauna, com particular destaque para as aves.


A singularidade das aves espelha-se na grande variedade de espécies endémicas espalhadas por quase todas as ilhas. Do litoral às montanhas ou na copa das árvores o seu "habitat" é variado, emprestando um colorido e um som próprio à paisagem natural.


De rara beleza e com uma alimentação adaptada ao meio ambiente cabo-verdiano, algumas dessas aves encontram-se em vias de extinção, pelo que vem sendo travada uma renhida luta para a sua preservação. Se a singularidade define o cabo-verdiano, nada mais sugestivo do que apresentar aves endémicas de Cabo Verde numa coleção de moedas do Banco de Cabo Verde.


Série Navios


A posição geográfica estratégica de Cabo Verde, arquipélago situado entre três continentes, abriu desde sempre as portas à navegação marítima. Devido à falta de recursos naturais e às constantes secas, a emigração surgiu como uma alternativa para muitos filhos cabo-verdianos. Seja para a América, onde os dólares atraíam, seja para a Europa ou, mais recentemente, para a África, o cabo-verdiano saiu quase sempre por via marítima.

 

Hoje, com mais de um milhar de cidadãos espalhados pelos quatro cantos do mundo, o navio representa para o natural das ilhas mais do que um mero meio de transporte: é o símbolo do ter de partir para poder voltar. Decorrente da nossa história secular, o Banco de Cabo Verde apresenta essa soberba coleção de moedas na qual se inclui a Tartaruga, uma espécie muito querida que também luta pela sua sobrevivência e por este fato, ser uma espécie sob proteção em Cabo Verde.


Série Plantas


A influência do Sahara e a consequente desertificação não impediram que a flora cabo-verdiana se mantivesse viva e com espécies próprias. Com efeito, encontram-se plantas endémicas de rara beleza e configuração moldada pela ação duma natureza agreste.


A idiossincrasia do povo cabo-verdiano espelha-se também na flora com incidência nos nomes atribuídos às plantas, quase sempre relacionados com a sua aplicação prática, seja no tratamento de algumas doenças, seja devido à superstição popular.


A resistência da flora simboliza, também, a do povo das ilhas frente a uma natureza adversa. Por isso, o Banco de Cabo Verde escolheu a bela série de moedas que aqui apresenta e na qual se inclui a Tartaruga.